Dado que o Futebol de 5 é um esporte exclusivo para deficientes visuais (cegos) e que alguns jogadores ainda têm um pouco de visão, todos os jogadores têm que usar vendas (máscaras) para colocar todos os jogadores em desvantagem.

Os goleiros, por outro lado, têm visão total (não são admitidos em jogos oficiais da FIFA há cinco anos). Há cinco jogadores em cada time e, como o nome do esporte sugere, há quatro jogadores na linha e um goleiro. Tanto homens quanto mulheres podem praticar este esporte, mas somente homens participam dos Jogos Paraolímpicos.

Futebol de 5

O jogo pode ser jogado em um gramado artificial de 40m x 20m ou de madeira (em casos especiais de concreto) com proteções laterais chamadas “faixas laterais” que impedem que a bola saia do campo. A altura deve estar entre 1 m e 1,20 m e o passo máximo deve ser de 10 graus. Os gols são de 3,66 m x 2,14 m e uma pequena área de 5,82 m x 2 m onde o goleiro não pode tocar na defesa ou na bola.

Há três pessoas que podem enfrentar os jogadores em cada uma dessas áreas para ajudá-los a planejar e encontrar seu lugar no campo.

Goleiro III: O goleiro é o responsável pela orientação.

Terceiro centro: O treinador é responsável por treinar o jogador.

Entrega do rosário: o ataque é o responsável pelo cargo.

 

Ao contrário do jogo de futebol tradicional, o futebol de 5 lados é silencioso, sem reverberação, porque a bola faz um som, o que permite aos jogadores determinar sua posição por som. Os torcedores se manifestam apenas quando um gol é marcado; o jogo é jogado por dois períodos de 20 minutos, com um descanso de 10 minutos.

Ao contrário das expectativas, este modelo tem muitos brinquedos plásticos, e até mesmo eficazes. Múltiplos toques e chutes por gol. Os jogadores devem dizer “voy” em espanhol (ou “você” em português) ao se aproximarem da bola para evitar serem atingidos. Se o árbitro não ouvir, o jogador comete um erro em uma equipe que não fala.

 

Quem pode disputar?

Quem sofre de deficiência visual ou cegueira.

 

Classificação para o esporte

Esta modalidade é adequada apenas para atletas com visão parcial; existem três níveis, mas apenas atletas completamente cegos no nível B1 são elegíveis para os Jogos Paraolímpicos. Eles não podem reconhecer a luz, ou podem reconhecer a luz, mas não podem reconhecer as mãos a qualquer distância e em qualquer direção. A classe é representada pela letra “B”, que em inglês significa cegueira.

B2—- Os participantes reconhecem os números e reconhecem as formas das mãos.

B3 – Nesta lição, os jogadores podem definir uma imagem. Acuidade visual entre 2/60 e 6/60 e/ou um campo de visão de pelo menos 5 graus, mas menos de 20 graus.

Se apenas os jogadores B1 podem participar das Paraolímpicas, existe um modelo para os jogadores B2 e B3, que também são controlados pelo IBSA e têm um programa de desenvolvimento.

 

O modelo brasileiro.

O Futebol de 5 é dirigido em nível nacional pela Federação Brasileira de Esportes para Deficientes Visuais, que organiza torneios esportivos nacionais e regionais.

Este esporte é tão popular no Brasil que existem as séries A, B e C, vários clubes e até mesmo um torneio de campeonato. Football 5 é um dos esportes mais fortes do país, e no caso do Brasil, Atenas é o único país a ter conquistado todos os títulos paraolímpicos desde sua estréia em 2004, o campeão mundial IBSA Soccer 5 Penta.

O futebol brasileiro de cinco pessoas nos Jogos Paraolímpicos.

4 Ouros

0 Prata

0 Bronze

 

Quer conhecer um pouco do mundo das apostas esportivas e aprender a como ganhar dinheiro em casa apostando em esportes como futebol, basquete, tênis, vôlei, golf, e até mesmo Formula-1 ? Clique AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *